Portal do Governo Brasileiro
Página InicialInformações ao ConsumidorProdutos Analisados Água Mineral em Garrafões de 20 l
Produtos analisados
Relatório sobre análise de sistemas de descarga Sistemas de descarga
RELATÓRIO SOBRE A ANÁLISE EM ÁGUA SANITÁRIA Àgua sanitária
Fique Atento
  
.: Água Mineral em Garrafões de 20 l :.

Resumo da Análise
Normas e Documentos de Referência
Metodologia da Análise
Laboratórios
Marcas Analisadas
Conseqüências

Resumo da Análise

Em 14/03/97, foi concluída análise em água mineral de garrafão de 20 litros em um total de 25 marcas, compradas em 11 estados do país, Bahia, Ceara, Espirito Santo, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e São Paulo. De cada marca foram compradas 5 amostras e realizadas analises quanto a presença de Escherichia Coli e Coliformes Totais.

Normas e Documentos de Referência

Foi verificada a conformidade das amostras em relação à Resolução 25/76 da Comissão de Normas e Padrões para Alimentos, que estabelece padrões de identidade e qualidade para as águas minerais.

Essa Resolução, do ano de 1976, estabelece que não deve haver presença de Escherichia Coli, que, quando presente, denota a contaminação origem fecal. Para o grupo de bactérias de Coliformes Totais, a legislação não estabelece limites, mas sim, determina que no prazo máximo de 2 anos, ou seja, até1978, seriam estabelecidos limites, o que até hoje não foi feito, não existindo portanto limites de tolerância para Coliformes Totais, segundo essa Resolução.

Metodologia da Análise

Foram realizados, de acordo com a Resolução aplicável, ensaios em cinco amostras de água mineral de garrafão, de cada fabricante. Em cada amostra, foram realizadas pesquisas de Escherichia Coli e de Coliformes Totais, sendo a primeira indicativa de contaminação de origem fecal e a segunda indicativa de contaminação por agente não comum ao processo de engarrafamento, incluindo a fonte.

A presença do grupo de bactérias de Coliforme Total denota que ocorreu uma interferência externa na água mineral, já que esse grupo de bactérias não faz parte da composição química da água mineral. Portanto, pode-se dizer que a água mineral que apresenta coliformes totais não é pura, ou seja é contaminada por agente externo, contaminação esta que pode ocorrer na fonte, no envase (devido a natureza do processo ou ao fato da reutilização de garrafão não devidamente higienizado), ou no transporte e armazenamento, no caso da embalagem não ser absolutamente estanque.

A presença de Escherichia Coli denota que a água mineral ou o garrafão sofreram contaminação de origem fecal, que são encontrados nas fezes do homem ou em fezes de animais de sangue quente. Está bactéria pode ser veículo de transmissão de doenças como a hepatite ou a cólera ou agente causador de problemas gastro-intestinais. Quanto a origem da contaminação, tem a mesma explicação relatada no parágrafo anterior para a origem da contaminação por coliformes totais.

Laboratório

Laboratório

Contato

Endereço

Baktron -
Microbiologia
Renato Av Vinte e Quatro s/n - Polo Bio Rio -
Ilha do Fundão RJ
Cep: 21941-590

 

Marcas Analisadas

Com relação às informações contidas na homepage sobre o resultados dos ensaios, você vai observar que identificamos as marcas dos produtos analisados apenas por um período de 90 dias. Julgamos importante que você saiba os motivos:

  • As informações geradas pelo Programa de Análise de Produtos são pontuais, podendo ficar desatualizadas após pouco tempo. Em vista disso, tanto um produto analisado e julgado adequado para consumo pode tornar-se impróprio, como o inverso, desde que o fabricante tenha tomado medidas imediatas de melhoria da qualidade, como temos freqüentemente observado. Só a certificação dá ao consumidor a confiança de que uma determinada marca de produto está de acordo com os requisitos estabelecidos nas normas e regulamentos técnicos aplicáveis. Os produtos certificados são aqueles comercializados com a marca de certificação do Inmetro, objetos de um acompanhamento regular, através de ensaios, auditorias de fábricas e fiscalização nos postos de venda, o que propicia uma atualização regular das informações geradas.
  • Após a divulgação dos resultados, promovemos reuniões com fabricantes, consumidores, laboratórios de ensaio, ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnica e outras entidades que possam ter interesse em melhorar a qualidade do produto em questão. Nesta reunião, são definidas ações para um melhor atendimento do mercado. O acompanhamento que fazemos pode levar à necessidade de repetição da análise, após um período de, aproximadamente, de 1 ano. Durante o período em que os fabricantes estão se adequando e promovendo ações de melhoria, julgamos mais justo e confiável, tanto em relação aos fabricantes quanto aos consumidores, não identificar as marcas que foram reprovadas.
  • Uma última razão diz respeito ao fato de a INTERNET ser acessada por todas as partes do mundo e informações desatualizadas sobre os produtos nacionais poderiam acarretar sérias conseqüências sociais e econômicas para o país.

 

Conseqüências

DATA

AÇÕES

16/03/1997

Divulgação no Programa Fantástico da Rede Globo de Televisão

26/10/1998

Publicação de Norma Técnica NBR 14.222: Embalagem Plástica para Água Mineral e de Mesa - Garrafão Retornável - Requisitos e Métodos de Ensaio

22/06/1999

Publicação de Norma Técnica NBR 14.328: Embalagem Plástica para Água Mineral e de Mesa - Tampa para Garrafão Retornável - Requisitos e Métodos de Ensaio

31/01/2001

Publicação de Norma Técnica NBR 14.637: Embalagem Plástica para Água Mineral e de Mesa - Garrafão Retornável - Requisitos para Lavagem, Enchimento e Fechamento

31/01/2001

Publicação de Norma Técnica NBR 14.638: Embalagem Plástica para Água Mineral e de Mesa - Garrafão Retornável - Requisitos para Distribuição

Veja Também:

Água Mineral

Acessibilidade
Acidente de Consumo: relate seu caso
Alerta Exportador!
Anuência - Importação
Atividades de Ensaios de Proficiência do Inmetro
Biocombustíveis
Carta de Serviços ao Cidadão
Cartilha Plugues e Tomadas
Consultas Públicas
Documentos Orientativos sobre Certificação ISO 9001:2008
Empresas Certificadas ISO 9001
Empresas Certificadas ISO 14001
Empresas Prestadoras de Serviços de Inspeção Técnica e Manutenção em Extintores de Incêndio
Indique! Sugestão para o Programa de Análise de Produtos
Instaladores Registrados de Gás Natural Veicular (GNV)
Mapa de Localização do Campus
Marca, Símbolos e Selos Inmetro
Organismos de Certificação e de Inspeção Acreditados
Ouvidoria
Padronização de Produtos Pré-Medidos
Plugues e Tomadas
Portarias e Regulamentos Técnicos Metrológicos e de Avaliação da Conformidade
Produtos Analisados
Produtos e Serviços com Conformidade Avaliada
Programa Brasileiro de Avaliação da Conformidade - PBAC
Publicações
Sistema de Consulta de Recalls (DPDC)
Tabelas de Eficiência Energética - PBE


Nossos Endereços

  • Prédio da Rua Santa Alexandrina

    PABX: (21) 2563-2800

    Rua Santa Alexandrina, 416

    Rio Comprido - Rio de Janeiro - RJ

    CEP: 20261-232

  • Campus Xerém

    PABX: (21) 2679-9001

    Av. Nossa Senhora das Graças, 50

    Xerém - Duque de Caxias - RJ

    CEP: 25250-020

  • Prédio da Rua Estrela

    PABX: (21) 3216-1000

    Rua Estrela, 67

    Rio Comprido - Rio de Janeiro - RJ

    CEP: 20251-900

  • Superintendência de Goiás - Surgo

    PABX: (62) 3237-3500

    Av. Berlim, 627

    Setor Sul - Goiânia - GO

    CEP: 74170-110

  • Brasília

    PABX: (61) 3340-1710

    EQN 102/103 - Lote 1, Asa Norte

    Brasília - DF

    CEP: 70722-400

  • Superintendência do R. G. do Sul - Surrs

    PABX: (51) 3342-1155

    Rua 148, s/nº

    São Geraldo - Porto Alegre - RS

    CEP: 90240-581

Inmetro © 1993 - 2012. Todos os direitos reservados.