.: Ipem-ES alerta para balanšas falsificadas :.

Padaria, açougue, self-service. Na hora de pesar um produto nesses e em outros estabelecimentos comerciais, o consumidor ou o comerciante costuma ficar atento ao valor que aparece no visor da balança. O preço, no entanto, não deve ser o único ponto de atenção nesse tipo de compra.

O alerta é do Instituto de Pesos e Medidas do Espírito Santo (Ipem-ES), órgão delegado do Inmetro. De acordo com o instituto, balanças falsificadas estão sendo comercializadas por ambulantes e até na internet. “Um instrumento aprovado pelo Inmetro garante uma relação de consumo justa e evita prejuízos para o consumidor e para o dono do estabelecimento”, destaca a diretora-geral do Ipem-ES, Claudia Lemos.

Orientações

Balanças falsificadas não têm garantia do peso correto da mercadoria, podendo apresentar erros de pesagem maiores ou menores, uma vez que não foram objeto de aprovação de modelo e de verificação inicial ou periódica.

A maioria das balanças identificadas sem aprovação de modelo tem quatro botões “M” de memória (conforme imagens abaixo). Outras irregularidades constatadas são: uso da marca do fabricante e de selos não originais; uso de selo do Inmetro que não existe; e falsificação de selo de verificação do Inmetro, com coloração e tamanho diferentes do padrão estabelecido pelo órgão metrológico.

O Ipem-ES orienta os comerciantes a não comprarem balanças fora de lojas autorizadas e que busquem informações antes de adquirir o instrumento. Além disso, é importante observar se a balança utilizada pelo comércio possui as marcas de verificação e selagem obrigatórias do Inmetro.

Denúncias

As balanças falsificadas lesam tanto o consumidor quanto os empresários, porque elas não garantem um processo de pesagem correto e, além disso, geram multa para o comerciante e a apreensão ou interdição do equipamento.

Se houver dúvidas ou suspeita de irregularidades, o comerciante ou o consumidor pode denunciar ao Ipem-ES por meio do telefone 08000 39 1112. A ligação é gratuita e todas as denúncias são apuradas.

Fique atento!

- Quando comprar um produto que precisa ser pesado, como é o caso de carne no açougue, pão na padaria, queijos no supermercado, entre outro, a balança deve estar em local visível - Acompanhe todo o processo de pesagem;

- Verifique se a balança traz o selo do Inmetro com o ano de validade da última fiscalização;

- Vale lembrar que você paga apenas pelo produto, e não pela embalagem! Portanto, o produto deve ser pesado sem a embalagem ou ter seu peso descontado;

- Antes de iniciar a pesagem, a balança deve estar indicando zero no mostrador;

- Veja se o prato está limpo e seco;

- Nos restaurantes de comida por quilo, o peso do prato deve estar indicado em local de fácil visualização, e deve ser descontado (incluído na tara da balança).