Portal do Governo Brasileiro
Sites de InteresseMapa do SiteOuvidoriaFale com o Inmetro
Página Inicial

Acreditação Nº 438
Data da Acreditação 15/07/2009
ACREDITAÇÃO VIGENTE Clique aqui para mais informações.
Última Revisão do Escopo 28/12/2020
Razão Social Work Out Indústria e Comércio, Importação e Exportação de Máquinas Ltda.
Nome do Laboratório Work Out Indústria e Comércio, Importação e Exportação de Máquinas Ltda.
Situação Ativo
Endereço AVENIDA NEWTON MONTEIRO DE ANDRADE, 371
Bairro CENTRO
CEP 09725370
Cidade São Bernardo do Camp
UF SP
Telefone (11) 4125.0106
Fax (11) 4125.9403

Grupo de Serviço de Calibração DIMENSIONAL
Gerente Técnico Ricardo Alejandro Esquitino
Email ra@workout.com.br

ESCOPO DA ACREDITAÇÃO - ABNT NBR ISO/IEC 17025 - CALIBRAÇÃO


Descrição do Serviço Parâmetro, Faixa e Método Capacidade de Medição e Calibração (CMC)

(Realizados nas instalações permanentes)

MEDIÇÃO DE PEÇAS DIVERSAS E COMPONENTES
Medição em EngrenagemDiâmetro primitivo de 5 mm até 630 mm
Desvio médio do perfil (fHalfam) 2,0 µm + (0,005*|Dp-100|)) µm
Variação max. do perfil (Fsalfa) 2,0 µm + (0,005*|Dp-100|)) µm
Abaulamento do perfil (Calfa) 1,5 µm + (0,005*|Dp-100|)) µm
Desvio médio da hélice (fHßm) 2,0µm + (0,005*|Dp-100|)) µm
Variação max. da hélice (Fsß) 2,0 µm + (0,005*|Dp-100|)) µm
Abaulamento do perfil (Cß) 1,5 µm + (0,005*|Dp-100|)) µm
Erro de passo individual (fp) 1,5 µm + (0,005*|Dp-100|)) µm
Erro de passo acumulado (Fp) 2,0 µm + (0,005*|Dp-100|)) µm
Batimento dos dentes (Fr) 3,0 µm + (0,005*|Dp-100|)) µm
5 mm a 630 mm (diâmetro de cabeça)
Diâmetro de pé e cabeça (df e da) 2,0 µm
Batimento radial (TIR em colos) 1,5 µm
Batimento axial (TIR em faces) 1,5 µm
Até 200 mm (diâmetro de cabeça)
Medida entre esferas (MdK) 3,0 µm
Diâmetros (interno / externo) 2,0 µm
Método por medição direta com máquina medidora de engrenagens CNC
Método por comparação com bloco padrão (engrenagem externa) ou anel padrão (engrenagem interna) em máquina de medição linear

PADRÕES DE COMPRIMENTO
Calibrador Anel Estriado5 mm a 630 mm (diâmetro de cabeça)
Desvio total do perfil (Falfa) 2,0 µm +(0,005*|Dp-100|)) µm
Desvio total da hélice (Fß) 2,0 µm +(0,005*|Dp-100|)) µm
Desvio de espaçamento individual (fp) 1,5 µm +(0,005*|Dp-100|)) µm
Desvio de espaçamento acumulado (Fp) 2,0 µm +(0,005*|Dp-100|)) µm
Diâmetro maior (df2) 2,0 µm
Diâmetro menor (da2) 2,0 µm
Batimento radial do colo de referência (TIR) 1,5 µm
Batimento radial do furo guia (TIR) 1,5 µm
Até 200 mm (diâmetro de cabeça)
Medida entre esferas/roletes (MdK2) 3,0 µm
Diâmetro do furo guia (d2) 2,0 µm
Método por medição direta com máquina medidora de engrenagens CNC
Método comparativo direto com anel padrão em máquina de medição linear
Calibrador Tampão Estriado5 a 630 mm (diâmetro de cabeça)
Desvio total do perfil (Falfa) 2,0 µm +(0,005*|Dp-100|)) µm
Desvio total da hélice (Fß) 2,0 µm +(0,005*|Dp-100|)) µm
Desvio de espaçamento individual (fp) 1,5 µm +(0,005*|Dp-100|)) µm
Desvio de espaçamento acumulado (Fp) 2,0µm +(0,005*|Dp-100|)) µm
Diâmetro maior (df1) 2,0 µm
Diâmetro menor (da1) 2,0 µm
Batimento radial do colo de referência (TIR) 1,5 µm
Batimento radial do furo guia (TIR) 1,5 µm
Até 200 mm (diâmetro de cabeça)
Medida entre esferas (MdK1) 3,0 µm
Diâmetro do pino guia (d1) 2,0 µm
Método por medição direta com máquina medidora de engrenagens CNC
Método por comparação com bloco padrão em máquina de medição linear
Esfera Padrão0,2 a 100 mm (diâmetro) 1,0 µm
Método por comparação a esfera padrão com máquina de medição linear

PADRÕES DE FORMA, POSIÇÃO E ORIENTAÇÃO
Padrão de Ângulo de HéliceDiâmetro primitivo de 5 mm até 630 mm
fHß (Erro angular da hélice) (1,0 µm+(0,005*|Dp-100|)) µm
ffß (Erro de forma da hélice) 1,2 µm
Fß (Erro total da hélice) (1,2 µm+(0,005*|Dp-100|)) µm
Método comparativo direto com padrão de hélice/perfil evolvente em máquina medidora de engrenagens CNC.
Padrão de Batimernto e Passo para EngrenagemDiâmetro primitivo de 5 mm até 630 mm
fp (Erro de passo individual) (0,9 µm +(0,005*|Dp-100|)) µm
fu (Erro de passo adjacente) (1,3 µm+(0,005*|Dp-100|)) µm
Fp (Erro de passo acumulado) (1,3 µm+(0,005*|Dp-100|)) µm
Fr (Batimento dos dentes) (2,2 µm+(0,005*|Dp-100|)) µm
Método por medição direta com máquina medidora de engrenagens CNC.
Padrão de EvolventeDiâmetro primitivo de 5 mm até 630 mm
fHalfa (Erro angular do perfil evolvente) (1,0 µm+(0,005*|Dp-100|)) µm
ffalfa (Erro de forma do perfil evolvente) 1,2 µm
Falfa (Erro total do perfil evolvente) (1,2 µm+(0,005*|Dp-100|)) µm
Método comparativo direto com padrão de hélice/perfil evolvente em máquina medidora de engrenagens CNC.

(Realizados nas instalações do cliente)

MÁQUINAS DE MEDIÇÃO
Máquinas de Medição de EngrenagensDiâmetro de base de 5 mm até 2600 mm
fHalfa (Erro angular do perfil evolvente) 1,0 µm
ffalfa (Erro de forma do perfil evolvente) 1,2 µm
Falfa (Erro total do perfil evolvente) 1,2 µm
fHß (Erro angular da hélice) 1,0 µm
ffß (Erro de forma da hélice) 1,2 µm
Fß (Erro total da hélice) 1,2 µm
fp (Erro de passo individual) 0,7 µm
fu (Erro de passo adjacente) 0,7 µm
Fp (Erro de passo acumulado) 1,2 µm
Fr (Batimento dos dentes 1,5 µm
Método de comparação com padrão de ângulo de hélice, padrão de evolvente, padrão de batimento e passo de engrenagem.



Observações:

  1. A capacidade de medição e calibração (CMC) refere-se á menor incerteza que o Laboratório é capaz de obter, com uma probabilidade de abrangência ou nível da confiança de aproximadamente 95%. Caso o laboratório utilize mais de um método para realizar uma determinada calibração ou medição, a CMC se referirá ao método pelo qual o laboratório obtém a menor incerteza de medição. (Ver NIT-Dicla-021)
  2. A CMC identificada por um asterisco (*) não inclui todas as contribuições oriundas do instrumento ou padrão calibrado ou do dispositivo medido.
  3. O Laboratório poderá declarar em seus certificados de calibração, incertezas de medição maiores que a sua CMC, devido às contribuições relativas ás propriedades ou características do padrão ou instrumento de medição calibrado.